Pesquisar

Pesquisa personalizada

segunda-feira, 18 de agosto de 2008

Anorexia


Nunca entendi seu desejo
De conquistar enorme riqueza
Através da sua beleza
Que hoje eu já não vejo
Nunca entendi seu desejo
De conquistar enorme beleza
Através da sua magreza
Que em tantas outras eu vejo
Eu sempre estive distante
Dessa sua anorexia
Que pra mim era muito forte
E penso por um instante
Como em apenas um dia
Sua beleza se tornou morte

Parabéns pelo seu poema ficou muito bom !!

Postado por Wallacy em

sexta-feira, 15 de agosto de 2008

Opinião




Olá recebi seu e-mail vc não disse quem é mas isso não importa vejo em seu endereço de e-mail , se não quiser se identificar . Assim sua pergunta foi o porque do blog se tenho interesses em tecnologia .. né?

Bom eu conheco alguns casos e sei como é o sofrimento das pessoas elas são vistas como locas (desculpem a palavra), mas é verdade, as pessoas acham que é por pura vontade do anoréxico que ele é o causador de sua proria "loucura", mas não é isso o anoréxico não sabe que tewm a doença ou o disturbio como quer que queira chamar. Pois ele não vê a sua imagem como realmente está, sua mente é que faz isso mas não poruque ele deseja. Pois bem o blog é para isso para mostrar as pessoas que não conhecem a doença, que um anoréxico não é louco ele(a) é uma pessoa doente que necessita de ajuda e que não demonstra mas sofre muito. Perde oportunidades na vida sofre preconceito principalmente no mercado de trabalho, perde amizades, fica fora do mundo, não tem contato com as pessoas . Uma pessoa assim só precisa de ajuda de muito amor e carinho, pois sua recuperação depende de sua ajuda própria. Pesquisei muito na wikipedia e artigos do Dr. Drausio Varella, também conversa com outras pessoas que falam do assunto.

Ainda não entendo porque algumas pessoas abusam da personalidade de quem sofre ???

Bom mais ou menos é isso, só poderia me dizer se você já passou por isso? Qualquer dúvida entre em contato novamente ou deixe um comentário aqui no blog mesmo, também me encontra no msn. Obrigada pelo seu contato.

quarta-feira, 13 de agosto de 2008

Em recuperação

Estando em recuperação situações dificeis continuam aparecer pois sentira nas roupas ao vestir o que causará muita angustia por ver que está engordando e acaba ate por ter medo de subir na balança.

A pessoa precisa de apoio, ela começa buscar atividades para não ficar parada pensando besteiras, busca estar entre amigos para não sentir medo, precisa de alguem que possa confiar que lhe de apoio que lhe ajude qua a faça compreender as situações que lhe são complexas, principalmente as que lhe mexem com sentimentos.

A amizade é uma força muito grande para recuperação e superar dores ainda mais quando a confiança é tamanha, maior do que na propria familia que muitas vezes causa medo e receio por sofrer muitas vezes com a reação da mesma.

Sentimentos

Todo anoréxico tem medo de viver não gosta de si mesmo, tem medo de falar com as pessoas, sente receio pois sabe q elas os vem como uma pessoa diferente, o que o faz sofrer mais ainda.
A maior dor é as pessoas lhe chamarem de louco.. ou ficar falando, cochichando na sua frente lhe machuca muito.

O pior é quando o anoréxico se “toca ” do que está acontecendo pede ajuda para familia porque ta sofrendo e sentindo que não consegue comer direito e a familia não acredita e ainda ri na sua cara, a situação se tornará pior pois pensando que ainda esta obeso diminui ainda mais sua alimentação.

Quando anoréxico está se recuperando é muito importante que tenha o apoio da familia e amigos, pois qualquer decepção devido sua sensibilidade pode retornar seu estado inicial.

Recomendações

.A faixa etária está baixando nos casos de anorexia. A família precisa observar especialmente as meninas que disfarçam o emagrecimento usando roupas largas e soltas no corpo e se recusam a participar das refeições em casa;

·Às vezes, os familiares só se dão conta do que está acontecendo quando, por acaso, surpreendem a paciente com pouca roupa e vêem seu corpo esquelético, transformado em pele e osso. Nesse caso, é urgente procurar atendimento médico especializado;

·O ideal de beleza que a sociedade e os meios de comunicação impõem está associado à magreza absoluta. É preciso olhar para esses apelos com espírito critico e bom senso e não se deixar levar pela mensagem enganosa que possam expressar;

·Se o paciente anoréxico estiver correndo risco por causa da caquexia e dos distúrbios psiquiátricos deve ser internado num hospital para tratamento médico.

.Oferecer, carrinho, compartilhar historias, dar apoio e força para todos os momentos, amizade e família são os principais pontos fortes para recuperação do anoréxico.

Causas e Grupos de Riscos


A anorexia nervosa afeta muito mais pessoas jovens entre 15 a 25 anos, 95% do sexo feminino A anorexia nervosa foi pouco discutida na cobertura jornalística da morte de algumas pessoas que morreram justamente devido a complicações da doença, como Karen Carpenter e Terri Schiavo e Ana Carolina Reston.

A mídia tanbém influencia nas ocorrências, principalmente garatos de 11 a 14 anos. Pessoas que passaram por eventos traumáticos anteriormente, como rejeição familiar ou de outros grupos sociais, cmo amigos e colegas, abuso físico ou sexual, também possuem um maior risco de serem anoréxicas.

Pessoas em certas profissões, como atletas, bailarinos, dançarinos, ginastas ou modelos, podem motivar uma pessoa a decidir por diminuir seu peso, possivelmente resultando em um transtorno alimentar. O perfeccionismo também é um fator de risco. Fatores como a perda de pessoas queridas ligadas ao doente e as tristezas geradas, levam a má alimentação do doente. Ele passa não sentir fome ou vontade de comer, o que gera a anorexia praticamente involuntária.

Tratamento


Dependendo do estado geral da paciente pode-se pensar em internação para restabelecimento da saúde. Correção de possíveis alterações metabólicas e um plano alimentar bem definido contralada por nutricionistas são fundamentais, se necessário alimentação via sonda. Além disso, o tratamento também deve abordar o quadro psicológico, podendo ser principalmente a terapia cognitivo-comportamental e psicoterapia individual. A reintrodução dos alimentos deve ser gradativa. Caso contrário provocaria grande sobrecarga cardíaca. Não há medicação específica para a anorexia nervosa. Medicamentos antidepressivos podem ajudar a atenuar sintomas depressivos, compulsivos e de ansiedade mas é uma área que carece de muitos resultados satisfatórios tendo em vista a multicausalidade da doença. Em geral, o tratamento de pacientes anoréxicos exige o trabalho de equipe
As recaídas podem acontecer, daí a importância de se ter um acompanhamento profissional por longa data. O paciente não pode sofrer rejeições de pessoas nem enfrentar momentos dificeis, possivel compressão de todos.

Sintomas


-Peso corporal em 85% ou menos do nível normal.

-Perda exagerada de peso em curto espaço de tempo sem nenhuma justificativa. Nos casos mais graves, o índice de massa corpórea chega a ser inferior a 17;

-Prática excessiva de atividades físicas, mesmo tendo um peso abaixo do normal. Comumente, anoréxicos vêem peso onde não existe, ou seja, o anoréxico pensa que tem um peso acima do normal.

-Interrupção do ciclo menstrual (amenorréia) e regressão das características femininas;. A anorexia nervosa pode causar sérios danos ao sistema reprodutor feminino.

-Diminuição ou ausência da líbido; nos rapazes poderá ocorrer impotência e dificuldade em atingir a maturação sexual completa, tanto a nível físico como emocional.

-Crescimento retardado ou até paragem do mesmo, com a resultante má formação do esqueleto (pernas e braços curtos em relação ao tronco).

-Descalcificação dos dentes; cárie dentária.

-Depressão profunda. , tristeza, irritabilidade, a pessoa chorra muito, não confia nas pessoas nem em si mesmo, medo, sindrome do pânico, sensibilidade, a pessoa se ofenda por qualquer motivo

-Tendências suicidas.

-Cainbras, tontura, dores de cabeça, dores de estômago.

-Bulimia, que pode desenvolver-se posteriormente em pessoas anoréxicas.

-Obstipação grave.

-Recusa em participar das refeições familiares. Os anoréxicos alegam que já comeram e que não estão mais com fome que sentem dores de estomago e abdômem estufado.

-Preocupação exagerada com o valor calórico dos alimentos. Esses pacientes chegam a ingerir apenas 200kcal por dia;

-Visão distorcida do próprio corpo. Apesar de extremamente magras, essas pessoas julgam-se com excesso de peso;

-Pele extremamente seca e coberta por lanugo (pêlos parecidos com a barba de milho).

-Refeições com horários definidos geralmente 6 refeições mas pouca quantidade calórica

-O anorexico esconde alimentos para não comer com medo de engordar, principlamente doces e busca todos os métodos que o faça emagrecer.

- hábitos alimentares diferentes, como cortar a comida em minúsculos pedaços;

- avaliação freqüente do próprio peso;

- culpa ou vergonha de comer;

- dores de cabeça;

- dificuldade de alimentação na frente de outras pessoas;

- mudanças de humor constantes;

- inseguranças pessoais;

- busca por aprovação;

- perfeccionismo;

Como Ocorre


Este distúrbio alimentar resultado da preocupação exagerada com o peso corporal, que pode provocar problemas psiquiátricos graves. A pessoa se olha no espelho e, embora extremamente magra, se vê obesa. Com medo de engordar, exagera na atividade física, jejua, vomita, toma laxantes e diuréticos. Mesmo a pessoa sendo magra, se vê obesa, é por isso que as vezes me pergunto como eu sou. E em épocas de reabilitação o anorexico sente muita tristeza pois se sente rejeitado e não consegue saber realmente como é fisicamente o que pode provocar recaídas . A imagem demonstra como uma pessoa anoréxica se vê ao olhar no espelho.

ANOREXIA NERVOSA


A anorexia nervosa é uma disfunção alimentar, caracterizada por uma rígida e insuficiente dieta alimentar (caracterizando em baixo peso corporal) e estresse físico. É uma doença complexa, envolvendo componentes psicológicos, fisiológicos e sociais. Uma pessoa com anorexia nervosa é chamada de anoréxica. Uma pessoa anoréxica pode ser também bulímica. A anorexia nervosa afeta primariamente adolescentes do sexo feminino e jovens mulheres do Hemisfério Ocidental, mas também afeta alguns rapazes. No caso dos jovens adolescentes de ambos os sexos, poderá estar ligada a problemas de auto-imagem, dismorfia, dificuldade em ser aceito pelo grupo, problemas em família e amizades , baixa autoestima, especialmente se houver um quadro neurótico do tipo obsessivo-compulsivo ou história de abuso sexual ou de bullying.
A anorexia possui um índice de mortalidade entre 15 a 20%, o maior entre os transtornos psicológicos, geralmente matando por ataque cardíaco, devido à falta de potássio ou sódio que ajudam a controlar o ritmo normal do coração.