Pesquisar

Pesquisa personalizada

quarta-feira, 13 de agosto de 2008

Sintomas


-Peso corporal em 85% ou menos do nível normal.

-Perda exagerada de peso em curto espaço de tempo sem nenhuma justificativa. Nos casos mais graves, o índice de massa corpórea chega a ser inferior a 17;

-Prática excessiva de atividades físicas, mesmo tendo um peso abaixo do normal. Comumente, anoréxicos vêem peso onde não existe, ou seja, o anoréxico pensa que tem um peso acima do normal.

-Interrupção do ciclo menstrual (amenorréia) e regressão das características femininas;. A anorexia nervosa pode causar sérios danos ao sistema reprodutor feminino.

-Diminuição ou ausência da líbido; nos rapazes poderá ocorrer impotência e dificuldade em atingir a maturação sexual completa, tanto a nível físico como emocional.

-Crescimento retardado ou até paragem do mesmo, com a resultante má formação do esqueleto (pernas e braços curtos em relação ao tronco).

-Descalcificação dos dentes; cárie dentária.

-Depressão profunda. , tristeza, irritabilidade, a pessoa chorra muito, não confia nas pessoas nem em si mesmo, medo, sindrome do pânico, sensibilidade, a pessoa se ofenda por qualquer motivo

-Tendências suicidas.

-Cainbras, tontura, dores de cabeça, dores de estômago.

-Bulimia, que pode desenvolver-se posteriormente em pessoas anoréxicas.

-Obstipação grave.

-Recusa em participar das refeições familiares. Os anoréxicos alegam que já comeram e que não estão mais com fome que sentem dores de estomago e abdômem estufado.

-Preocupação exagerada com o valor calórico dos alimentos. Esses pacientes chegam a ingerir apenas 200kcal por dia;

-Visão distorcida do próprio corpo. Apesar de extremamente magras, essas pessoas julgam-se com excesso de peso;

-Pele extremamente seca e coberta por lanugo (pêlos parecidos com a barba de milho).

-Refeições com horários definidos geralmente 6 refeições mas pouca quantidade calórica

-O anorexico esconde alimentos para não comer com medo de engordar, principlamente doces e busca todos os métodos que o faça emagrecer.

- hábitos alimentares diferentes, como cortar a comida em minúsculos pedaços;

- avaliação freqüente do próprio peso;

- culpa ou vergonha de comer;

- dores de cabeça;

- dificuldade de alimentação na frente de outras pessoas;

- mudanças de humor constantes;

- inseguranças pessoais;

- busca por aprovação;

- perfeccionismo;

Nenhum comentário: