Pesquisar

Pesquisa personalizada

segunda-feira, 16 de maio de 2016

A doença

prato de comidaO termo anorexia deriva do grego:

 an = deficiência ou ausência de
 orexis = apetite

Anorexia é uma doença caracterizada por uma perda voluntária de peso, motivada por um desejo patológico de emagrecer aliada a um medo intenso de engordar.  

A perda de peso é conseguida por diferentes comportamentos:

  • Exercício físicos intensos
  • Jejum prolongado
  • Redução da alimentação, principalmente os que contem um maior numero de calorias.
  • Utilização de medicamentos anorexígenos (redutores do apetite) e também laxantes e diuréticos.
  • Vômitos provocados

  Desta forma, se produz uma desnutrição progressiva, aliada a transtornos físicos e mentais que podem ser muito graves, inclusive levando a morte.

segunda-feira, 11 de abril de 2016

Depoimento - Recaídas

consulta
Foi deixado o seguinte comentário na postagem Tratamento: Anorexia e Bulimia


"tenho 16 anos e tenho anorexia e bolemia a 2 anos. fiquei triste ao ver que mais nenhuma roupa ficava bem em mim. cheguei a comprar roupa infantil. mas mesmo assim me via gorda e sofri muito, estou me recuperando aos poucos, mas as vezes recaio!"

Sim entendo perfeitamente. Durante a fase de recuperação, é normal, sempre ocorrem as recaídas, não tem como evitar, elas surgem pelo espelho, pelo comentário de outra pessoa, pelos olhares, pela culpa de ter comido etc... Mas o importante é que você tem a noção de que está doente e que está lutando contra uma doença terrível. Você vai vencer!!

segunda-feira, 4 de abril de 2016

Estudo e os Pensamentos

ansiedade
Sabe-se que os pensamentos relacionados ao medo são uma das maiores causas de doenças ligadas à ansiedade, como depressão, síndrome do pânico e também a anorexia. Cientistas descobriram uma forma de impedir que estes pensamentos se formassem no cérebro de ratos, por meio do bloqueio das transmissões de sinapses elétricas  no cérebro desses animais, isto é a ligação entre as células do cérebro, concluindo que as sinapses elétricas formam os pensamentos de medo e provavelmente outros tipos também.


A descoberta abre uma porta para a busca de medicamentos que sejam capazes de manipular essas sinapses.

Aguardemos então!

quinta-feira, 31 de março de 2016

Histórico do Diagnóstico

balança
A primeira descrição clinica do transtorno foi escrita em 1694 por Morton que chamou de "extenuação nervosa". Mas foi em 1874 que William utilizou pela primeira vez a expressão "anorexia nervosa":  forma peculiar de doença que afeta principalmente mulheres jovens e caracteriza-se por emagrecimento extremo cuja falta de apetite é decorrente de um estado mental mórbido e não a qualquer disfunção gástrica. 

William Gull descartou a possibilidade de que uma enfermidade orgânica justificasse a anorexia. Na mesma época se produziu a descrição da doença por Laségue como  inanição histérica e considerando-a, da mesma forma que Gull, uma doença psicogêna.

Em 1893, Freud descreveu um caso de anorexia tratado com hipnose, um ano mais tarde descreveu a doença como uma psiconeurose de defesa, ou neurose da alimentação com melancolia. 

No começo do século  XX,  a anorexia  começa a ser tratada sobre um ponto de vista endocrinológico. 

Em 1914 o patologista alemão Simonds, descreveu um paciente caquético, onde ao fazer-lhe  autopsia encontrou uma destruição pituitária e durante os 30 anos seguintes, reinou a confusão entre insuficiência pituitária (diminuição de um dos oito hormônios produzidos pela glândula hipófise localizada no cérebro) e anorexia nervosa.

 A partir dos anos 30, a anorexia passa a ser estudada sobre o ponto de vista psicológico, deixando no esquecimento as antigas discussões sobre a origem endócrina ou psicológica do transtorno.  Russel em 1970 e 1977 tenta mostrar a relação entre as teorias biológicas da origem da doença com as psicológicas e sociológicas, e chegou as seguintes conclusões:

  • O transtorno psíquico provoca a diminuição da ingestão de alimentos e a perda de peso
  • A perda de peso é a causa do transtorno endócrino
  • A desnutrição piora o transtorno psíquico
  • O transtorno psíquico também pode agravar de maneira direta a função hipotalâmica e produzir amenorreia
  • É provável que exista uma relação entre um transtorno do controle do hipotálamo na ingestão e na recusa da alimentação, característico da anorexia
  • O transtorno hipotalâmico poderia alterar as funções psíquicas, gerando atitudes anômalas frente ao alimento, imagem corporal e sexualidade.



quarta-feira, 9 de março de 2016

Depoimentos com Perguntas

imagem distorcidaNa postagem Desabafo de um Anoréxico foi deixado o seguinte depoimento:

"mae deus 
as pessoas dizem qu eé so por um mes e passam a depender disso ou so depois de um certo tempo ?
e quero saber se as pessoas tentam emagracer 1 ou 2 kl e podem se ter a imagem distorcida?"

Vamos responder as suas perguntas.

As  pessoas iniciam as dietas de emagrecimento e acabam perdendo a noção, as vezes influenciadas pela sua forma de vida, sociabilidade, mídia, depressão e outros fatores emocionais
, ficam obcecadas lutando para emagrecer. O que acontece na anorexia é que mesmo já tendo emagrecido as pacientes podem sim ter a imagem distorcida, elas se olham no espelho e se enxergam 'gordas', não tendo mais o controle de si mesma agravando ainda mais a sua saúde.


segunda-feira, 7 de março de 2016

Já existia na Idade Média

Santa Caterina de Siena
Durante a Idade Média já existiam casos de anorexia, as práticas de jejum eram compreendidas como estados de possessão demoníaca ou milagres divinos. 

No ano de 1985 existia a “anorexia sagrada” onde 260 santas italianas apresentaram comportamento anoréxico em resposta à estrutura patriarcal a qual estavam submetidas.

A Santa Wilgefortis, filha do Rei de  Portugal jejuou e rezou à Deus pedindo que ele tirasse a sua beleza, para afastar atenção dos homens. Ela foi adotada em alguns países da Europa como Santa patrona das mulheres que não queriam ter atenção masculina. 

A santa Lidwina de Shiedam, que viveu na Holanda no século XIV também se destacou pela anorexia, mas a mais famosa anoréxica da história é Santa Caterina de Siena (1347), que aos sete anos começou a recusar os alimentos, e na adolescência só se alimentava de pão e ervas. Ela ingressou na ordem das Dominicanas e foi conselheira do Papa Gregório IX em Avignon. Ao perceber que suas tentativas de unificação do papado não deram resultado, se sentiu fracassada, deixou de alimentar-se e morreu. 

O primeiro anoréxico da história ocorreu no século IX em Avicena, o Príncipe Hamadham estava morrendo por não se alimentar, vitima de um quadro depressivo.    

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Presa ao Pensamento

além do que se vêGostaríamos de agradecer o comentário deixado na postagem Depoimento da Leitora Valentina:

Realmente Vivemos em sofrimento, pois o disturbio cognitivo da auto imagem nos persegue e a doença fala por nós! Me sinto presa a esses pensamentos... 

Quando você pensa que está bem eles voltam... e você não sabe como você realmente é, também não acredita mais no que as pessoas lhe dizem, pois desconfia que elas podem estar mentindo apenas para que você se sinta bem.

-> Tente se concentrar o máximo possível e vença o seu pensamento, é difícil ?
Sim muito, mas temos que tentar.

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

Evitando o distúrbio

cozinhar
Raramente o paciente com anorexia reconhece o seu distúrbio alimentar e não procura ajuda, portanto dependerá sim dos familiares e amigos para chegar até um profissional. Já foi comprovado que o paciente que tem o apoio familiar durante o tratamento tem mais chances de se recuperar. Além da família e amigos o tratamento geralmente inclui um psicólogo, um psiquiatra, o médico e nutricionistas. 

Tente evitar o distúrbio alimentar, inclua sempre na sua família bom hábitos alimentares. Escolha alimentos saudáveis, em vez da preocupação com os resultados da balança. Experimente também alimentos diferentes, prepare as refeições em família, convide seus filhos para lhe ajudar. Encare o preparo da alimentação e também o consumo como algo normal e divertido.

Desenvolva a sua autoestima e confiança na sua imagem corporal, pois os jovens necessitam de se sentir seguros de si e do mundo ao seu redor, trabalhe estes valores, vai ser útil na sua vida e na vida deles.

terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

Lutar Sempre

inimigaSe você está com esta terrível doença e está consciente  Lute Sempre !

Não pode se entregar,tem que lutar,mostrar pro seu problema que vc é maior que ele.lute e vc vai conseguir vencer,um dia será vc quem vai estar sentado junto com sua familia,e talvez um dia vc ajude algém q esteja passando o mesmo problema q vc passou.que deu te abençoe.. 

Esta mensagem foi deixada na postagem Desabafo de um Anoréxico,  compartilhamos pois ela pode ajudar os pacientes a melhorar,  pois muitos deles não tem apoio dos próximos.


segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Anorexia de Oposição

anorexia de oposiçãoA anorexia infantil não tem as mesmas causas da anorexia que ocorre em adolescentes. Ela pode ser de dois tipos:

Um deles é raro, onde a criança apresenta nítidos apavoramentos diante da comida, e consequente recusa, juntamente com outras perturbações, como insônias severas e isolamento.

O outro tipo pode aparecer nos primeiros meses de vida e durar anos, até mesmo chegar à idade adulta. A criança pode perder o apetite por estar doente com alguma virose ou por causa do crescimento dentário. Os pais não aceitam essa situação, então para tentar solucionar eles tentam de tudo para fazer a criança comer, até mesmo aplicar castigos, mas isto não adiantará, muito pelo contrário a refeição pode se tornar um trauma e ai sim desenvolverá a anorexia, chamada também de anorexia de oposição, que seria uma "guerra" entre os pais e a criança. 

A criança com anorexia de oposição desenvolve algumas características:

-A opinião dada por outra pessoa será interpretada por ela como uma ordem. Por exemplo: “Vamos caminhar?”, “Não, eu faço o que eu quiser...”

-O desenvolvimento motor é muito ágil, está a frente das outras crianças. Isso ocorre devido ela ter fugido dos primeiros cuidados, como alimentação no seio ou mamadeira. 

-Não gostam de ser pegas no colo.

-Não possuem medo diante do estranho: tem mais facilidade em se alimentar diante de estranhos do que com a família, pois a mesma é uma ameaça.

Em torno dos 7 a 8 anos de idade a anorexia infantil pode se tornar uma obesidade, pois a criança começa a entender o que é a morte e assimila o medo dos pais de que ela poderia morrer se não se alimentar direito, então come sem controle.

Jamais os pais devem obrigar a criança a comer, ou ameaçá-las com castigos, elas não irão morrer.