Pesquisar

Pesquisa personalizada

sexta-feira, 11 de junho de 2010

A história de Juliana

Sentimentos de inferioridade, depressão, insônia, anorexia e bulimia são problemas que certamente comprometem a vida de qualquer pessoa. O que dizer, então, de uma criança. Quando passou a sofrer com essas doenças e sintomas Juliana Mantovani tinha apenas 11 anos. Ela diz :
-“Antes eu era uma criança normal, saudável e comunicativa. As pessoas diziam para minha mãe que queriam ter uma filha igual a mim”

Segundo Juliana a partir daí as doenças começaram a surgir. Por causa da constante insatisfação com o próprio corpo ela se sentia culpada quando comia até que começou a provocar vômito para não engordar. Com o tempo o próprio organismo passou a rejeitar os alimentos “Nesse período cheguei a pesar 37 kg”, comenta.

Paralelo as crises de bulimia e depois anorexia, Juliana tinha ainda depressão, insônia e nutria muito ódio da mãe. “Quando discutíamos, eu tentava agredir a minha mãe com empurrões, e o pensamento de morrer era constante”, enfatiza.
O ódio que sentia de si mesma fez com que várias vezes cortasse com caneta, faca e tesoura o próprio corpo. Por conseqüência da anorexia Juliana ficou internada por 15 dias em estado grave, período em que também recebeu acompanhamento psiquiátrico.

A equipe médica não alimentou a esperança dos pais quanto a recuperação da filha já que o caso era idêntico ao de outras duas pacientes que vieram a falecer.No limite do desespero a mãe de Juliana, Eliana da Silva Ribeiro, 46, ainda recorreu a casa dos encostos, sem sucesso. Então, foi à Corrente dos 70, na Igreja Universal do Reino de Deus, como última alternativa. Lá, encontrou a solução.

Hoje com 19 anos, Juliana, reconhece que teve uma nova chance, foi curada pela fé: “A perseverança de minha mãe foi fundamental. Além da minha cura foi possível restaurar a convivência da família. Hoje tenho saúde e paz interior”.

3 comentários:

Pastor Denis Martins disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pastor Denis Martins disse...

Esse testemunho é para honra e gloria do nosso Deus...

hoje ela é uma pessoa muito abençoada e tem uma saude de ferro
graças ao nosso bom Deus.

ass: Pastor Denis Martins seu esposo...

Fique na Paz

Equipe do Blog disse...

Olá
Muito obrigada pelo seu depoimento, senti em minha pele tudo que a Juliana passou, também fui anoréxica e acredito que além de remédios, de minha familia fui curada por Deus

Muito Obrigada por depor e se tiver casos de anorexia para enviar para o blog entre em contato mande me seu e-mail no proprio blog

Muito Obrigada e que Deus o abençoe