Pesquisar

Pesquisa personalizada

terça-feira, 21 de abril de 2009

Ex-modelo pede ajuda !




Ex-modelo que pesa 40 kg pede ajuda para curar-se da anorexia

É assustador imaginar que este debilitado rapaz e o saudável modelo da foto à esquerda são a mesma pessoa. Pesando apenas 40 kg, Jeremy Gillitzer hoje é praticamente pele e ossos.

Aos 36 anos Gillitzer desabafa: "Eu quero viver novamente". Ele sofre de "manorexia", termo popular para a anorexia, que afeta os homens. Pesquisas afirmam que a anorexia no sexo masculino é tão rara que afeta apenas 1 homem em cada grupo de 10 anorexicos.

"Eu quero servir de exemplo para todos, mas especialmente para os homens", disse ele em uma reportagem ao site Inside Edition. "Os homens sofrem as mesmas pressões que as mulheres sofrem. Manter-se dentro de um padrão estético é difícil."

Gillitzer sempre foi um rapaz saudável. Cresceu como qualquer jovem da sua idade, e pela sua boa aparência, logo seus amigos sugeriram que ele tentasse ser modelo. Embora sempre afirmasse que ficava nervoso em frente a uma câmera, Gillitzer apareceu em inúmeros anúncios, a maioria deles destacando seu corpo atlético.

A nutricionista Joy Bauer afirmou que o caso de Gillitzer não é o único. Segundo ela, a obsessão por uma imagem corporal perfeita é muito comum no sexo masculino, causando em alguns casos a anorexia. "A mesma coisa que as mulheres sentem ao olhar as revistas, os homens também sentem, quando vêem um corpo musculoso e dividido".

Gillitzer contou que a anorexia iniciou-se depois que ele passou por uma série de problemas pessoais. Ele começou a combinar exercícios rotineiros e cada vez mais frequentes, com uma dieta de fome. Ele habituou-se a comeu apenas uma maçã e metade de um sanduíche, todos os dias. Naturalmente, em pouco tempo, os músculos tão comuns a ele desapareceram e seu corpo começou a definhar, juntamente com a queda de cabelo e de dentes.

Ele afirma que hoje está tentando dar a volta por cima, mas admite que é muito difícil. No seu blog, Gillitzer conta um pouco do seu dia-dia e em muitos posts pede ajuda médica ou uma simples palavra de apoio

Nenhum comentário: