Pesquisar

Pesquisa personalizada

sexta-feira, 13 de março de 2009

Depoimento: ajudar e ser ajudada

Meu nome é Vivian, tenho 20 anos e sofro de anorexia. Comecei com este terrível problema quando tinha 13 anos, já fazem sete anos que tenho este mal. Se eu for contar toda minha história, nem sei por onde começar, só sei que sofri muito e ainda continuo com muitos problemas. Cheguei a ficar muito mal, comecei a fazer regime, ginástica e quando fui ver perdi totalmente o controle e fiquei só na pele e osso. Não queria comer de jeito nenhum, só queria saber de emagrecer cada vez mais. Comecei a rotina de psicólogos, psiquiatras e nutricionistas para conseguir continuar a sobreviver, pois cheguei a um estado crítico, quase faleci. Mas graças a Deus consegui me manter viva. Fui internada por quase 3 meses para recuperar o meu peso, consegui mas foi muito difícil. Depois que sai da internação perdi tudo de novo, e para recuperar de novo foi um sacrifício e até hoje continuo assim perdendo, ganhando peso, mas não consigo recuperar meu peso normal. Tenho pavor de engordar, vivo contando calorias, pensando em comida o dia todo, é uma perturbação que não agüento mais. Continuo com minha psiquiatra, com medicamentos e vira e mexe procurando médicos para me ajudarem. É uma luta muito difícil que ainda não consegui vencer, mas espero conseguir. Meus pais, coitados sofreram muito e ainda continuam, eu não queria isso. Espero me corresponder com pessoas que passam ou passaram pelo mesmo problema, espero poder ajudar ou ser ajudada por alguém, estou precisando muito.

2 comentários:

Anônimo disse...

ola amiga, sei bem o que se passa contigo, luto contra isto a 10 anos.Dias melhores, dias piores, ja estive as portas da morte por 4 vezes, e agora estou novamente em crise, tenho 1m e 60 e estou pesando 39 kilos, já estou desperada pensando que dessa vez nao vou conseguir me recuperar.Por isto adquiri a sindrome do pãnico, tenho tremores,vertigens, sensaçao de desmaio, muito fraquinha, e não consio comer, e não quero ir para um hospital, tenho pãnico de ficar entre estranhos, mas não quereo morrer, e sinto-a na pota.Ja procurei ajuda de diversa maneiras mas não consegui que desse resultado, as vezes choro muito pensando na minha familia me vendo assim, morrendo aos poucos, lentamente.É muito doloroso.Boa sorte para você.

Equipe do Blog disse...

Entendo como vc se sente , tempe me sentia assim uma escuridão me segava todas as noites... mas eu sabia que ela tinha que continuar..
eu sentia dor eu queria gritar...eu queria ajuda mas nao sabia como.. até descobrir que só eu e Deus no momento poderiam me salvar..e foi isso que fiz... hoje estou melhor.. ainda tenho recaidas mas não estou doente como antes... por favor acredite em vc...

Continue lendo talvez lhe de forças para prosseguir... pois a muitas pessoas que conseguirem sair deste pesadelo que é a Anorexia..