Pesquisar

Pesquisa personalizada

segunda-feira, 9 de março de 2009

Depoimento: Meus pais não acreditam

Eu não sei se ainda tenho um transtorno alimentar, mas acredito q sim. Tenho certeza de que já tive e passei por uma fase anoréxica e bulímica, pois já fiquei 6 dias sem ingerir alimento algum ou água para q eu pudesse emagrecer, já perdi 23 kg, 15 deles em 2 meses e o resto ao longo dos últimos 18 meses. Nesses 18 meses eu já passei até 6 dias sem comer e nem beber nada, já tomei mais de 25 comprimidos de laxantes de uma só vez, já passei mais de 5 horas diretas fazendo esteira, vomitei muito no chuveiro pela introdução de dedos e outros objetos e por beber água quente p/ dar ânsia ( e continuo vomitando), adquiri anemia, constipação crônica, amenorréia, problemas cardíacos e muitos outros problemas e ainda sofro muito com tudo isso, só que minha família (pai, mãe e irmã) apesar de saberem de tudo isso fingem não saber de nada, pois isso causa tristeza neles. Mas eu preciso muito da ajuda deles e eles não me deixam nem tocar no assunto, pois não aceitam e dizem que é tudo frescura minha, mesmo após ter visto um psicólogo na tv praticamente descrevendo tudo o que acontece comigo ( e eles sabem disso tudo). O que eu faço? Minha mãe não aceita nem que eu vá ao psicólogo pq finge p/ ela mesma que eu não tenho nada, quando sabe que eu não estou bem. Minha resistência está muito baixa e pego infecções facilmente. Preciso da ajuda de vocês, de um conseLho para convencer meus pais a não ignorar o que está acontecendo comigo e me ajudar.

2 comentários:

Equipe do Blog disse...

Comentário: Oi comigo foi a mesma coisa eu cheguei para os meus pais e falei :
-mãe eu não sei comer.
Eles simplesmente riram da minha cara.
Meses depois internei para receber soro e a notícia os abalou.
Sua filha está com anorexia e não pode nem pegar uma gripe se não....Adeus.
Use da sua vontade para pedir ajuda enquanto é tempo, se a sua família não aceita conversa com um amigo ou um professor... Mas não deixe a doença acabar com vc.
Bjs

Daiane disse...
Este comentário foi removido pelo autor.